Gestão e Motivação

equipe-trabalhando-conjunto

Para ser um excelente gestor estas duas palavras devem estar sempre juntas, porque fazer uma boa gestão não requer somente cobrar resultados, porque os resultados aparecem automaticamente quando existe a motivação. Ser um bom gestor é necessário fazer uma liderança participativa, distribuir junto aos seus comandados as alegrias e as tristezas, é fazer a equipe participar das decisões, é transferir também as responsabilidades de entrega, as aflições, os desafios, é compartilhar seu sucesso, o sucesso da empresa e os problemas enfrentados.

Fazer uma excelente gestão é sorrir e chorar junto com a equipe, é conquistar a confiança e o respeito através do sentimento, reconhecimento e afeição, conhecer cada um como se fizesse parte de uma única família, muitos acham isso um absurdo, mas isso transforma o ambiente de trabalho e garante a fidelidade pelos resultados e consequentemente pela empresa.

A motivação nem sempre é acompanhada de grandes remunerações, é preciso se sentir bem no ambiente em que está inserido, é preciso que estar feliz, “motivar gera resultados, e resultados geram a motivação”.

Como fazer um profissional trabalhar mais e melhor? Para maus gestores, a resposta é gerar medo, isto é, ter explosões de raiva, aplicar castigos e ameaçar demissões. O resultado disso são funcionários medrosos, em “modo sobrevivência”, que se preocupam mais em aplacar o chefe do que em fazer um bom trabalho. Bons líderes preferem inspirar para motivar. “Eles sabem que as pessoas vão reagir à sua energia, visão e paixão mais do que a qualquer outra coisa”.

Numa época de intolerância e pouco diálogo, os melhores gestores são capazes de dar uma lição sobre a diversidade. “Eles buscam uma ampla gama de pessoas e ideias, e expõem a empresa a novas formas de pensar”. É o oposto do que faz um líder inseguro, que prefere contratar funcionários com perfil similar ao seu para evitar discordâncias — e desafios.

Gestores inseguros não gostam de ter pessoas muito inteligentes ou dedicadas na equipe, porque temem um dia ser superados por eles. Resultado: eles não delegam tarefas e hesitam em compartilhar informações com eles. Bons líderes fazem o contrário. “Eles adoram ver seus funcionários crescerem”. “Estão sempre desenvolvendo alguém para substituí-los e farão tudo que for possível para que isso de certo”.

É claro que as empresas precisam se instrumentalizar com ferramentas de gestão para servir de apoio na motivação dos colaboradores, é claro que é necessário ter-se um planejamento estratégico que garanta o equilíbrio financeiro da empresa, e que os instrumentos são ferramentas que norteiam para uma tomada de decisão mais assertiva sobre os resultados, também é necessário fazer um acompanhamento dos indicadores estratégicos com mais precisão para avaliar o equilíbrio interno e externo da organização.

Em qualquer ambiente, para ter qualidade e sucesso é necessário que haja a motivação e quem é o responsável por isso é o gestor direto e assim sucessivamente. Vamos compreender os interesses individuais e coletivos para poder suportar as mais diversas situações que envolvem nosso cotidiano. Na esfera de um ambiente de trabalho, a empresa como um todo e as adversidades que todos estão diretamente ligados, de alguma forma está inserido na vida profissional e pessoal de cada um.

www.remunera-acao.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *